26.11.05

O caso Pinochet: Patricia Verdugo fala ao "Público".

Nem de propósito: falávamos de Pinochet e o "Público" decide fazer uma longa entrevista (sem link) a Patrícia Verdugo "que desde os primeiros anos da ditadura militar se assumiu como uma defensora dos direitos humanos". Ela veio a Lisboa para apresentar o seu livro Salvador Allende - O Crime na Casa Branca. A análise segue brevemente.

1 Comments:

Blogger Claudio Tellez said...

Ela defende os direitos humanos das vítimas do extremismo de esquerda que operou no Chile? Defende os direitos humanos dos "prisioneiros de consciência" em Cuba e de todas as vítimas do castrismo? Afinal de contas, os direitos de quais humanos ela defende?

Ah, sim, mais material:

Via CEP Chile

Abraços!

5:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home