27.11.05

Os primeiros dias de O Franco Atirador.

O Franco Atirador começou no dia 13 deste mês, a partir de um comentário que fiz a um post do Pacheco Pereira no Pulo do Lobo. Como gostei do resultado, achei que fazia sentido continuar. Afinal eu estudei ciência política e direito constitucional, o que me dá a ilusão, completamente delirante, de conhecer o poder. Estou numa fase da vida em que deito fora mais livros do que leio, o que é sempre um sintoma de bom gosto. E há vários anos que compro o "Financial Times", o "Economist", o "Le Monde", a "New Yorker", a "Granta", a "Modern Painters", a "World of Interiors", a "Aperture", a "Communication Arts" e o "Público" com regularidade. A coisa deve dar para uma boa conversa de café, embora não tão estimulante como a que estaria ao meu alcance se por felicidade lesse o "Expresso".

E afinal o que é um blog, senão uma conversa de café? Nós bloggers (perdoem-me este à-vontade tão precoce), não temos a responsabilidade dos jornalistas. Não corremos os riscos dos políticos. Não obedecemos a hierarquias como os militares. Não cumprimos horários como, espero, os funcionários públicos. Ninguém nos aponta as faltas como aos professores. Não acumulamos processos como os juízes. Acima de tudo, não ganhamos dinheiro e ninguém nos leva a sério, nem convida para almoçar. A não ser os outros bloggers, ocasionalmente. Por isso, que se lixem os leitores. A partir de agora, falo para os autores, como "moi".

Em primeiro lugar, quero agradecer às pessoas que nestes poucos dias já "linkaram" (palavra tenebrosa) ou recomendaram o "Franco Atirador". São elas: o Eduardo Pitta do "Da Literatura". O Pedro Vieira do "Agridoce". O Ricardo Gross do "Babugem". A Slow do "Devagar". O António Moreira do "Fórum Sede". O João do "Metablog". O Cláudio Tellez do "Insurgente" e do seu blog pessoal. E o Hidden Persuader do The hidden persuader e do "Bichos Carpinteiros". Nada mau, para quinze dias. E nada mau para quem só conhecia duas destas pessoas, para quem nunca fez blogs de entretenimento político (chamemos-lhe assim), e acima de tudo, para quem mostra mulheres despidas em posições pouco respeitáveis. Claro que ainda me falta ser "linkado" (valha-me Deus...) por outros bloggers de quem gosto, nomeadamente pelo José Viegas do "Origem das Espécies" e pelo FNV do Mar Salgado a quem tanto faço padecer - tanto, que até lá fiz o meu primeiro inimigo, um comentador de serviço amargo e cínico chamado Stanislaw. Gostava muito que eles gostassem do meu blog, mas não vou lá suplicar-lhes. Tenho o meu orgulho. Se eles quiserem assistir a súplicas, têm que vir até cá. Mas obrigado a todos, caros correlegionários (esta sim, é uma bonita palavra).

Outra coisa que me fascina nos blogs tem a ver com a minha área profissional: comunicação. Eu adoro o "Technorati", o "Site Meter", o "Blogómetro". Desde o início que tentei ter tantos visitantes quantos conseguisse. Anteontem cheguei aos 280. Ontem (um Sábado), foram 250! Em 15 dias de existência, caros amigos. E ainda não fui recomendado pelos blogs mais lidos da nossa pátria, para citar o Manuel Alegre. Usei todos os processos limpos e outros discutíveis para chegar aqui. Espero que ninguém se tenha aborrecido com a minha sofreguidão, mas não imaginam como este meio me interessa: ele permite avaliar resultados imediatamente! É maravilhoso. Isto foi o que eu tentei fazer:

1. Escrever o melhor possível, aqui e acolá.
2. Ser muito provocador.
3. Colocar "links" (vómito de palavra) para o meu blog em tudo o que era caixa de comentário.
4. Criar "teasers" (esta é para os liberais) que trouxessem as pessoas até aqui.
5. Provocar polémicas.
6. Fazer inquéritos e incentivar a participação
7. E até, ó horror, mostrar gente quase nua no desempenho dos seus cargos políticos.


E agora, para estragar tudo, resolvi escrever um texto enorme e chato que ninguém vai ler. É assim vida. Quanto mais alto se sobe, maior é a queda. Mas isto tinha de ser dito. E finalmente foi. Francisco, FNV , não se esqueçam desse link. Por favor. Vá lá... (Como se alguém chegasse ao fim desta pepineira).

5 Comments:

Blogger Joao Galamba said...

Caro Luis,

Corrija o link dos bichos carpinteiros...
Abraco
J

12:49 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

obrigado, joão.

12:57 da tarde  
Anonymous N.A.V. said...

Luis, muita sorte para o teu blogue!

Espero que também haja homens na política...

bjinhos,
Nicole.

1:17 da tarde  
Blogger Claudio Tellez said...

Caro Luis,

Parabéns pelo esplêndido começo! Desejo também muita sorte e que tenhamos muitas discussões, polêmicas, mulh... (ops, melhor não continuar a palavra ou a minha namorada me mata!).

Abraços!

2:19 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Obrigado pela vossa cortesia. Nicole, deixe o seu número de telefone por favor.

5:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home