24.11.05

Super Mário: um blog contra Mário Soares.

O candidato fala com o povo, o blog fala de cátedra. O candidato anda nas ruas e nas praças, o blog nas torres de marfim e nos corredores do poder. O candidato pede participação e debate, o blog desencoraja-os. O candidato fala em democracia, o blog combate-a. O candidato suscita comentários, o blog proibe-os. Nunca um velho de espírito jovem foi apoiado por tantos jovens de espirito velho. Bem-vindos ao pequeno mundo do Super Mário, um blog que Mário Soares não merece.

O Blog de Esquerda já nos tinha chamado a atenção para essa apagada tristeza. Vale a pena transcrever:

"Facto 1: o principal blogue de apoio ao único candidato de direita às eleições presidenciais aceita comentários.
Facto 2: o principal blogue de apoio ao principal candidato de esquerda às eleições presidenciais não aceita comentários."

O post merecia resposta? Claro que merecia. Para quem diz combater uma "esfinge", era no mínimo irónico que os autores do Super Mário pusessem o rabo entre as pernas. O post teve resposta? Claro que não teve. Esta gente só aprecia o diálogo se fôr feito pela Direita. Cavaco tem de falar com eles, mas eles não têm de falar connosco.

Como já referi antes, o triste exemplo de arrogância vácua, presunção e elitismo deslocado que nos dá o Super Mário está longe de ser caso único. Mas aqui ele assume proporções significativas. Estes são os autores do referido blog que também escrevem as suas páginas pessoais:

André Belo, que escreve o Garedelest
António M. Costa, autor do Diário da República
Ivan Nunes, que escreve A Praia
João Pinto e Castro, autor do Blogoexisto
Pedro Adão e Silva, que escreve o Arquivo
Rui Branco, autor de True Lies
Vital Moreira, co-autor de Causa Nossa

E agora pergunto: entre estas sete pessoas, que partilham com o povo ignaro as pérolas da sua inteligência, quantas aceitam que o mesmo povo lhes responda, comentando os seus blogs? Um número miserável, leitor, tão miserável que nem justifica o suspense: apenas uma.

Parabéns, António M. Costa - é por isso que eu ainda leio o seu Diário da República .

Todos os outros preferem ignorar o exemplo de diálogo e convivialidade que lhes é apontado pelo seu candidato a Presidente. E creio que não o ignoram por distracção. Ignoram-no por ambição . Eles sabem que a pose majestática e os punhos de renda atraem alianças, neste país de fidalgotes. O engraçado é que essa mesma pose os irrite tanto em Anibal Cavaco Silva. No fundo queriam elegê-lo como mestre, e têm de o defrontar como adversário. É feita desses equivocos a vida no "centrão".

Até Janeiro, o combate político dos soaristas será feito com armas muito diferentes: o candidato usará a conversa, o blog, as postas de pescada. Mas algo me diz que nos continuaremos a divertir muito com o Super Mário. Um blog de desapoio à candidatura de Mário Soares.

11 Comments:

Blogger hidden persuader said...

De que vale um "Pulo do Lobo" ter uma caixa de comentários revestida com o "véu do pluralismo opinativo", quando a maior parte dos comentários «menos abonatórios» ao candidato Silva são «filtrados», não chegando a ver a luz do dia nem os olhos dos leitores que por lá passam?

1:22 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

É uma fraca desculpa, hidden:

O Cavaco nunca acusou ninguém de não gostar do debate - enquanto a candidatura do Soares não faz outra coisa todos os dias. Segundo este princípio quem é que devia ter um blog com comentários?

Além disso a "malha" do Pulo do Lobo é suficientemente larga para deixar passar comentários muito hostis a Cavaco. (O post que inicia este meu blog foi colocado lá, por exemplo - podes vê-lo no arquivo). Já o blog do Super Mário condena os eleitores a meros ouvintes sem participação. Nem chega a haver censura porque não há simplesmente diálogo. Ora isso é o contrário do espirito da blogosfera - e não te vou tentar explicar uma coisa que tu sabes melhor que eu.

A verdade é a candidatura de Soares, ou pelo menos os seus apoiantes "não oficiais" tiveram uma excelente oportunidade de se agir de acordo com os seus princípios "democráticos" e desprezaram-na. E o pior é que o fizeram de modo consciente e intencional.

Pode ser que aprendam com o resultado. Para mal de todos nós, vai ser demasiado tarde.

4:55 da tarde  
Blogger Grand Vizir said...

O que interessa hoje é a ante-estreia da Pastèque!
A ver tudo em
http://is-no-good.blogspot.com
o resto não dá um sorriso.
Tks
Grand Vizir

6:54 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas os blogs devem obrigatoriamente ter um sistema de comentários? Há blogs cuja o estilo e/ou linha editorial, mas não são que debitadores de info. e opiniões; outros há que funcionam como fóruns e iniciadores de conversas, onde as pessoas podem interagir e participar. Qualquer um dos modelos é válido.

8:03 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

"Qualquer um dos modelos é válido."


Concordo inteiramente consigo. Mas repare no que estamos a falar: é um blog político, de uma candidatura que se afirma mais democrática que a oposição à direita e condena o seu opositor por não dialogar. E no entanto, esse mesmo blg recusa o diálogo. Recusa até responder a criticas que lhe são feitas. É um muro. E isso não tem nada de necessariamente mau. O que não está é integrado no perfil desta candidatura.

O meu raciocinio é muito simples: estas pessoas querem ganhar? Então ganhem. Não se deixem imobilizar pelo bulshit pedante do costume e saiam para a rua e falem com as pessoas. Só isso.

9:46 da tarde  
Blogger _Slow_ said...

És grande...!

o site já me tinha incomodado... começando pelo nome e ícone que, como se dizia, "apoucam" o candidato... mas isso até tomava na conta de uma irritação pessoal...

Mas, claro, ou se vai à guerra ou não se vai.
Um blog que fala de política não pode ter tanta falta de sentido... político.
Diálogo, abertura, tolerância, direito à indignação... sim,sim, tudo o que conhecemos do Mário Soares. Isso é ele, provavelmente, e isso é política, certamente.

Por instinto ou experiência ou geração, Soares move-se na praça pública de forma ágil e espontânea, enquanto muitos outros, inclusivé "camaradas de partido", só conseguem ser canhestros e calculistas.

10:29 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

"Soares move-se na praça pública de forma ágil e espontânea, enquanto muitos outros, inclusivé "camaradas de partido", só conseguem ser canhestros e calculistas."

Exacto.

10:39 da tarde  
Anonymous JPT said...

E sobre o "Bichos" da Mandatária Joana Amaral Dias, que me dizem? Está a fazer um bom trabalho no que diz respeito à candidatura de Soares?

10:44 da manhã  
Blogger Luis M. Jorge said...

O Bichos é um blog generalista que agora anda muito envolvido na eleição, por motivos óbvios. Acho que durante algum tempo tentou fazer o que eu ainda estou à procura aqui: combinar conteúdos ligeiros e provocadores com a análise e participação política. Acho que alguns comentários tendem para o sectarismo e de vez em quando lá me manifesto contra eles. Mas nada disso me preocupa muito, quando vejo a blogosfera invadida por "mãos invisiveis", "causas liberais" e uma infinidade de blogs que tentam transformar Lisboa numa espécie de Chicago pobrezinha. É a política do "eucalipto", como diria o Miguel Cadilhe: seca tudo à volta.

Eu não tenho nada contra o liberalismo, pelo contrário. Não gosto é desse fascínio típico da classe média baixa por "soluções de gestão" e MBAs.

11:09 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O Soares está chéché

7:31 da tarde  
Blogger Joao Galamba said...

"Eu não tenho nada contra o liberalismo, pelo contrário. Não gosto é desse fascínio típico da classe média baixa por "soluções de gestão" e MBAs"

Looooooooooooool. Sera elitismo-humanista-elitista de esquerda?

3:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home