27.12.05

Evangelhos de Boliqueime: o nascimento do Salvador.

1 E ACONTECEU naqueles dias que saiu um decreto da parte de Salazar, para que todo o mundo pagasse os seus impostos. 2 E todos iam cada um à sua própria cidade. 3. E subiu também Cavaco, do seu posto de gasolina, à cidade de Boliqueime. 4 E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que Maria havia de dar à luz. 5 E deu à luz a seu filho primogénito, e envolveu-o numa bandeira. 6 Ora, havia naquela mesma comarca alguns autarcas, e presidentes de clubes de futebol, e eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. 7 E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo a nação: 8 Pois, na cidade de Boliqueime vos nasceu hoje o Salvador, que é Aníbal, o Senhor Professor. 9 E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto numa bandeira de Portugal. 10 E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão de liberais, louvando a Deus, e dizendo: 11 Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, liberdade para com os homens.