19.12.05

Feliz Natal, Mr Brown.

Segundo o Financial Times, Tony Blair fez das suas. O Primeiro-Ministro inglês aceitou cortes no reembolso da União Europeia em 7 mil milhões de libras, para desconsolo do seu partido. Pequeno pormenor: esses cortes serão crescentes. O cheque britânico diminuirá apenas 500 milhões de libras em 2009, 1.5 mil milhões em 2010 e 2 mil milhões em cada ano de 2011 a 2013. Nessa altura já será Primeiro-Ministro o novo lider do Partido Conservador, ou então o actual Ministro das Finanças, carrasco e protegé de Tony Blair, o senhor Gordon Brown. Na Inglaterra, a vingança serve-se em libras.