26.12.05

Os Evangelhos de Boliqueime: a Anunciação.

1. Existiu, no tempo de Salazar, rei de Portugal, um gasolineiro chamado Cavaco, e cuja mulher era das filhas de Boliqueime; e o seu nome era Maria. 2. E eram ambos justos perante o Poder, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Estado. 3. E aconteceu que, exercendo ele o seu ofício, coube-lhe em sorte sair à rua para encher um depósito. 4. E toda a multidão do povo estava fora, à hora do fresco. 5. E um anjo do Senhor lhe apareceu, posto em pé, à direita do gasóleo. 6. E Cavaco, vendo-o, turbou-se, e caiu temor sobre ele, mas o anjo lhe disse: Cavaco, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Maria, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de Aníbal. 7. E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, porque será grande diante do País, e não beberá vinho, nem bebida forte, mas louvará o nome destas Terras desde o ventre de sua mãe. 8. E converterá muitos dos filhos de Portugal ao progresso e ao futuro, e irá adiante dele para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos. 9. Eu sou Santana, que assisto diante de Deus, e fui enviado a falar-te e dar-te estas alegres novas.

10. E, foi o anjo Santana a casa de Maria. 11. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. 12. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. 13. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Portugal. 15. E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Aníbal. 16. Este será grande, e será chamado Salvador; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Salazar; 17. E reinará eternamente na casa de Belém, e o seu reino não terá fim. 18. E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? 19. E, respondendo o anjo, disse-lhe: Porque para Deus nada é impossível. 20. Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. 21. E o anjo ausentou-se dela.