21.12.05

"Somos diferentes até na linguagem" (Resposta a VLX).

Caro VLX,

Como sabe, sou um leitor recorrente do seu blog. Raramente concordo consigo, mas isso não retira nada ao prazer que tenho em ler os textos que o Vasco e os seus colegas aí publicam. Permita-me por isso arredar as picardias pessoais desta resposta. Se eu não o respeitasse não o lia, se você não me respeitasse, não me respondia. Isso é suficiente para mim.

Mário Soares é um homem com muitos defeitos. É pouco rigoroso, inchado, agressivo e tem de Portugal a visão de uma coutada ao dispor da família Barroso e dos seus amigos de Macau. Além disso, está rodeado de gente sem espírito crítico nem competência política, o que se paga caro quando é preciso alinhavar uma estratégia ou impôr alguma modéstia à feira de vaidades que é este país. No entanto, creio que Mário Soares tem grandeza.

Ele combateu o Salazar, quando Cavaco combatia por medalhas de atletismo. Ele criou um partido no exílio, quando Cavaco criava raízes em York. Ele ajudou a fazer o 25 de Abril, lutou por uma democracia representativa, combateu os comunistas, calou os militares, e impôs algum juizo ao General Eanes quando ele se convenceu que era o General de Gaulle. Aliou-se aos americanos, incorrendo no ódio mortal da nossa patética esquerda. Impôs disciplina financeira a uma terra que ainda andava a falar de reforma agrária. E, acima de tudo, colocou esta nação de trôpegos e néscios camponeses na União Europeia. Apesar das tonterias que o oiço dizer sobre as privatizações e a globalização, VLX, acredito que ninguém fez tanto por este país nos últimos trinta e tal anos como Mário Soares.

E enquanto isso, o que foi feito de Cavaco? Cavaco andou a tratar da vidinha e a dar-se ares de "grande homem", "rigoroso" e "competente". Eu não tenho nada contra o fascínio da classes médias por um módico de respeitabilidade. Só que ser respeitável não é um salvo-conduto para a santidade, nem o devia ser para uma Presidência da Républica.

Você queixa-se de Soares, porque atacou Cavaco Silva. E eu respondo: que homem merece a Presidência, se não sabe defender-se de um ataque? Você lamenta que Soares interrompesse Cavaco. E eu pergunto: o que seria de esperar de alguém que, se o deixassem, teria interrompido o próprio Salazar? Você diz que Soares fez alusões sobre Cavaco. E eu assevero-lhe que qualquer pessoa normal teria posto, logo ali, um fim a essas alusões e exigiria ao adversário uma satisfação formal! O problema daquele debate, VLX, não foi o que Soares fez, o problema foi o que Cavaco Silva o deixou fazer.

Você afirma que o seu post tem a ver com "ci-vi-li-da-de". E eu compreendo que você preferisse um interlocutor manso, titubeante e vagamente enternecedor como uma tia velha da província ou como, digamos assim, Manuel Alegre. Foi nesse sentido que me referi a Álvaro Cunhal, um homem que muita gente da direita começou a elogiar quando ficou senil.

Só que Mário Soares não é Manuel Alegre nem está, felizmente, senil. Lembra-se como gozavam com ele quando iniciou esta campanha? Como a Direita o tratava com desdém? Como diziam que tinha o espírito toldado, a cabeça imprestável, o verbo desarticulado, o ouvido duro, as respostas desfasadas? Não ouvi ninguém queixar-se disso ontem à noite.

Ontem à noite, Mário Soares humilhou Cavaco Silva. Fê-lo sem civilidade? Talvez. Mas isso não desculpa que o vosso "brilhante", "competente" e "rigoroso" timoneiro saísse dali vexado por um ancião. Não é essa a têmpera de que se devem fazer os Presidentes da Républica, VLX.

Quanto aos próximos debates, concordo que não serão necessários. Cavaco Silva, tal como George W. Bush, vai ganhar.

7 Comments:

Blogger Mestre said...

"Mário Soares humilhou Cavaco Silva."

Por favor, um pouco de objectividade...e, já agora (visto que estamos em época natalícia) imparcialidade, também!

11:01 da tarde  
Anonymous mb said...

Somos pequenos em (quase) tudo,é atávico, sempre fomos um povo obrigado a jogar à defesa, as cidades pequeninas, as ruas estreitinhas, as catedrais sem tamanho, ao mesmo tempo que esse sentido de pequenez se vem estreitando desde D. João II, até chegarmos hoje à clubite de uma política kitsch e medíocre, de sujeitos impados e ambiciosos. Que diferença objectiva faz para a maioria dos portugueses que seja Mário Soares ou Cavaco o próximo presidente? Que diferença faz para a maioria dos portugueses estar o PPD ou PS no governo? Que diferença me faz a mim que seja Cavaco ou Soares o eleito? Nenhuma, salvo a sombra do papão da liberdade, que não é Soares que no-la afasta, mas a existência da CE. Um dia que esta se desmantele voltaremos, na miséria, à ditadura, e se a CE prevalecer Portugal dissolver-se-á "na caca de outros" países, para usar uma expressão de Jorge de Sena.

A falta de lucidez, e quando não esta, a clubite ou a aldrabice, o clientelismo, as sinecuras de que somos históricos usufrutuários movem muita da blogosfera, e abundam textos e textinhos de objectividade duvidosa, quando não claramente contestável. Afinal o que está em jogo? Nada. Os dados foram lançados há muito e qualquer eleição está viciada à partida. Seja quem for que ganhe, ganha sempre quem tem de ganhar.

11:10 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Como diz o Povo, " a educação cabe em todo o lado". Mário Soares não precisava de ser manso, bastava-lhe ser educado. Mas quando sente o chão a fugir, revela-se: é como aquelas pessoas socialmente respeitadas que, quando se sentam ao volante de um automóvel, desatam a "fazer corridas", apitar quando o condutor da frente não anda mais depressa ou a insultar o que estiver ao lado. Mário Soares teve um comportamento absolutamente desrespeitoso e incivilizado no debate. Socorreu-se do insulto pessoal e da insinuação pérfida e infundamentada. Aliás, não é novidade. Lembram-se, seguramente, do episódio da sua candidatura à presidência do parlamento europeu... E, contudo,com tais comportamentos só se diminui e apouca, pelo menos aos olhos de quem vê a política despojado das "lentes" próprias das militâncias partidárias e/ou clientelares, ou da clubite partidária. Mário Soares não merece ganhar estas eleições. E se Cavavo não é bom, a verdade é que não há melhor.

12:42 da tarde  
Blogger AM said...

Caro Luis

Só agora tive a sorte de ler o seu excelente texto.
tomei a liberdade de o copiar aqui:
http://forumsede.blogspot.com/

Se achar mal diga, que eu tiro :-)

AMNM

10:30 da manhã  
Blogger Luis M. Jorge said...

Ora essa, é um prazer ver-me citado ;-)

2:38 da tarde  
Anonymous mb verdadeiro said...

(Via Technorati) Alguém colou aqui abusivamente esta minha entrada. Não que isso me rale muito, salvo a empáfia que tal gesto denotaria no meu modo de estar. Se tivesse de fazer um comentário, fá-lo-ia com outras palavras. Enfim, andei pelo blogue e gostei dele, e voltarei, não pelo tema das eleições, como pode calcular-se pelo que alguém, com pouco sentido da propriedade da palavra alheia, fez de uma entrada do meu blogue, ainda que usando as minhas iniciais e a direcção de As Musas Esqueléticas. Ficam pois as coisas mais ou menos en su sitio.

9:28 da manhã  
Blogger 日月神教-向左使 said...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛

6:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home