27.1.06

"Os portugueses permitem-se pouco serem eles próprios, serem verdadeiramente livres".


Eu compreendo-o, leitor.

1 Comments:

Anonymous nemesio said...

Apesar das questões do "espírito" concordamos neste ponto.
Ainda bem.

8:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home