25.1.06

Quanto vale Alegre?

Na minha opinião, vale o mesmo que valia. Alegre era, e continua a ser, parte da "reserva moral" do PS. Ele lidera uma facção, agora mais sedimentada, de pessoas que não têm qualquer projecto para o país (nem a mais pequena ideia de como o governar), mas ainda reagem vagamente ao saque das administrações e à corrupção galopante que vigora no centrão. Algumas dessas pessoas seguem Alegre por princípio, a maioria segue-o porque foi posta de lado por José Sócrates na distribuição de cargos e sinecuras. É a ala dos românticos e dos calculistas desprezados. É certo que há uma mão-cheia de românticos, e um ror de desprezados no Partido Socialista. Por isso, Sócrates não vai, evidentemente, provocar Manuel Alegre. O Primeiro-Ministro é um homem demasiado analítico para desperdiçar energias a aprofundar divisões no seu próprio campo. Tudo continuará quase na mesma. E se houver um "movimento", o PS ira segregá-lo calmamente, tal como uma glândula segrega a sua hormona. Nada de novo, nada de grave.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

0

2:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home