19.6.06

Centenário.

A Direita comemora os cem dias de Cavaco. Parece que ele elogiou uma ministra, reenviou uma lei para o Parlamento e convidou as forças armadas para as comemorações não sei de quê. Há, também, a cooperação estratégica, e tal. Umas visitas à parvónia. Um discurso sem cravo no dia da liberdade. Enfim, coisas fulgurantes, do homem portentoso que ia salvar o país. Cem dias, com Cavaco Silva, parecem cem anos.