23.6.06

O Paradise Lost não tem que ser um inferno.

O esplendoroso Satã de John Milton já fala português, numa edição bilingue da Cotovia. Quem se apaixonou pelo poema como eu e sofreu para o ler a sós como sofri, perdoará ao autor do post o trocadilho miserável do título.