21.8.06

Sirocco, e outras aflições (II).

Por ser um porto, Veneza revelou-se muito vulnerável às pestes. Em 1348, 1575 e 1630 a cidade perdeu um terço da população. A última epidemia ceifou 50.000 vidas entre Julho de 1630 e Outubro de 1631. Os venezianos eram saudavelmente cépticos (desprezavam a Inquisição, e protegiam os judeus em troca de impostos asfixiantes), mas não totalmente incapazes de um sincero arrependimento, se avistassem na laguna a barca de Caronte. A igreja do Redentor, que observamos nesta imagem de Canaletto, foi desenhada por Palladio para celebrar o fim da mortandade de 1575; e a de Santa Maria della Salute por Baldassare Longhena, para cumprir uma promessa feita pelo Senado durante a peste de 1630. A primeira é um marco do neoclassicismo, a segunda do Barroco Romano, à Bernini. John Ruskin, para quem a arte veneziana começava no periodo Bizantino e acabava mais ou menos no Gótico, disse mal de ambas por uma questão de princípio.

O post, como os leitores já sabem, será colocado aqui.

5 Comments:

Blogger zazie said...

"neoclássico renascentista" do Palladio é neologismo um tanto forçado, não?

1:24 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Talvez zazia, mas distingue-se do neoclassico do século xix.

3:52 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Mas se tiveres outra sugestão posso aproveitá-la.

3:52 da tarde  
Blogger zazie said...

Bem, na verdade ele faz parte do maneirismo. Mas como criou aquelas moradias supostamente clássicas acabou por gerar um classicismo palladiano que mais tarde passou a ser adoptado resistências ao barroco, como foi o caso de Inglaterra. Só depois é que influenciou o neo-clássico que é coisa bem posterior, como bem disseste. Só me pareceu esquisita a mistura. Não precisava de ser neo porque o renascimento já é um voltar ao clássico.

Mas essa de me chamares zazia é que foi lixada ":O)))

bjs

Tens textos muito interessantes por aqui e um filme maluco lá em cima

10:27 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

bom, pondo ordem na casa: não é necessário de facto juntar neoclassicismo com renascimento - eu é que fui um palerma por julgar que os leitores podiam confundir neoclassicismo com neo-clássico - vou mudar o texto e obrigado pelo reparo, zazie.

E obrigado pelo cumprimento.

12:52 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home