19.8.06

Tem razão, o Nuno Costa Santos.

Não se deve perturbar a biodiversidade.