3.10.06

Bye bye.

Durante alguns meses achei que Marques Mendes podia ser um bom líder partidário. Parecia honesto e trabalhador (ainda parece), batia o pé aos autarcas do costume e distanciava-se sensatamente do destrambelhado João Jardim. Por momentos, julguei que o PSD pudesse defender para o país o programa que o país espera do PSD há décadas: corte sério nas funções e nas despesas do Estado, combate à corrupção e um desprezo saudável pelas autarquias e pelo futebol. Esperto, decidido, bem aconselhado, o pequeno Marques Mendes poderia dar a José Sócrates duas ou três lições de competência e estatura moral: manifestamente eu não conhecia o primeiro-ministro.

José Sócrates chegou ao Governo com alguns dos horrendos vícios do partido que o elegeu: a fidelidade aos compagnons de route, o prazer de deitar dinheiro à rua em obras faraónicas e uma crença absurda na regionalização. Mas em pouco tempo tem corrigido discretamente esses vícios; enquanto Marques Mendes, que nada aprendeu, limita-se a protestar contra o Governo quando as fábricas fecham, para gáudio da CGTP.

O problema é que Marques Mendes já não serve para coisa alguma. O portugueses gostam de José Sócrates, e os que não gostam de José Sócrates nunca votarão neste líder do PSD: o que o nosso povo quer é outro tipo alto e bem apessoado, que ponha os barões na ordem, faça viagens de negócios a Angola e corra às sete da manhã no calçadão.

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Conheces alguém no PSD melhor que Marques Mendes?
Não me digas que o A. Borges faria melhor.

4:16 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Se não há ninguém melhor no PSD, então o PSD tem um GRANDE problema anónimo. E já agora arranje uma assinatura por favor - detesto responder a anónimos.

4:35 da tarde  
Blogger JV said...

Se pensares bem verás que Marques Mendes até que nem é nada mau. Ok falta-lhe carisma e não tem rasgos brilhantes. Mas bem vistas as coisas o essencial não é isso. E o essencial o Marques Mendes tem.
Agora vou assinar.

5:10 da tarde  
Blogger O Embalador de Codornizes said...

Ouvi ontem uns emigrantados amaricanos num café, ao ouvir o telejornal em Cabidela de Arrozal de Baixo.

Dizia o marido: "Who the fuck is Marques Mendes?"

respondeu a mulher: "Well, i do not know, but it´s obvious that he his a small fuck!


Como é que vindos de tão longe sabem tanto!

12:31 da manhã  
Blogger Viver Livre said...

Vivemos a época onde os líderes políticos são uma espécie de "Action Man" Tudo o que estiver fora desse prisma pertence á Reciclagem de qualquer desktop partidário. Marques Mendes NÃO é decididamente um "Action Man"

10:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home