9.10.06

O regresso.


O senhor só publica de cinco em cinco anos, por isso tomo a liberdade de mostrar aqui o seu novo romance antes de o ter em mãos. A Literary Review acolhe-o calorosamente nesta recensão de Sam Leith. Amis, que passou as últimas décadas a incensar Bellow e Nabokov, partilha com ambos uma qualidade: mesmo quando falha, falha com panache.