26.11.06

Eurocentrismo.

Nunca deixo de rir quando alguém diz, como ouvi ontem, que os americanos ignoram tudo o que ocorre fora da América. A afirmação é correcta, evidentemente. Mas algo muito semelhante se pode dizer dos europeus: que ignoram tudo o que se passa fora da Europa ou, no limite, do Atlântico.

Hoje em dia a zona mais vibrante do mundo tem vista para o Pacifico. Acredito que isto seja verdade na economia, na cultura, na qualidade da vida urbana. E no entanto nós, europeus, continuamos a falar como se os antigos territórios coloniais nos devessem uma espécie de vassalagem. Como se o Oriente ainda vivesse nas guerras do ópio e a Austrália fosse uma colónia penal. Estas convicções não são apenas falsas, são ridículas. Mas nem por isso deixamos de as alimentar numa disputa de tolos, julgando embasbacar o universo enquanto chamamos labregos aos americanos.

1 Comments:

Blogger JPT said...

pois

8:27 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home