16.11.06

Six minutes.

Saramago, na SIC Notícias, desvenda mansamente a um jornalista embevecido os insondáveis mistérios do universo. Deus existe? A humanidade tem remédio? Tudo nos é permitido? As inquietações acumulam-se no oráculo de Dódona, enquanto o sábio mastiga com pachorra umas ásperas banalidades. Mário Crespo faz beicinho reverencial. O seu cérebro fervilha de apodos, todos hiperbólicos, mas nunca ousaria interromper o venerando mestre.

Os nossos media só consentem dois destinos à velhice: a hagiografia, ou a sarjeta.

2 Comments:

Blogger Miguel Marujo said...

ora nem mais! foi por isso que caíram todos em cima de Mário Soares, por causa das presidenciais... durante anos tinham-lhe reservado o lugar da santidade bonacheirona e agora vinha ele dar cabo disso com uma missão entre mãos: sarjeta com ele! e onde se desconfiava mais dessa candidatura: entre os mais velhos, que acham (porque assim lhos dizem) que o seu lugar é quietinhos, à espera do barco.

11:33 da manhã  
Blogger Luis M. Jorge said...

Garanto-lhe que pensei nisso, Miguel.

11:52 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home