22.11.06

Vinte e cinco anos depois.

Antigamente eu lia a Interni, a AD, a Case da Abitare, a Elle Decor (italiana ou inglesa) e a Domus, mas não era uma pessoa feliz. Depois encontrei a World of Interiors - e em pouco tempo adquiri uma sensibilidade tão rara, um juizo tão arguto, um gosto tão atilado que imensa gente me considera homossexual. Em Dezembro a revista a que devo a bem-aventurança faz um quarto de século. Com este número, os leitores adquirem também um suplemento sumptuoso - The Best of Interiors - que comemora o seu importante aniversário. Vim agora do quiosque e ainda estou todo a tremer, só de pensar que me podia ter escapado.

2 Comments:

Blogger MissPearls said...

Luis
Estava a ver que não escrevia nada com que eu concordasse :)
Finalmente : a "World of Interiors" é um motivo tão bom como outro qualquer.
Isabel

9:17 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Ah, mas esse é o meu destino Isabel: sempre a jantar com a direita, sempre a pensar com a esquerda. Nem sei como me suportam. (E vice-versa).

10:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home