9.12.06

Nem é assim tão mau ficar em casa sozinho num sábado à noite.

Apesar da dor de cabeça, tenho estado a divertir-me. Fiz cacau e joguei xadrez na internet. Vi o 60 minutos e pensei escrever um post sobre a revista Dia D, dedicado ao André Azeredo Alves (aquele da sobrancelha erguida e do lábiozinho saliente como o José Castel-Branco). O post ia começar assim:

No próximo ano, o jornal Público vai perder 365 euros de facturação no seio do meu agregado familiar, sem contar com as promoções.

Reparem naquela expressão encantadora: no seio do meu agregado familiar. Qual agregado? Sou só eu e a Floribela. Ou pior ainda, o Mário Crespo. Desisti do post, pois achei que estava a ser mauzinho e mentiroso.

Acabo de ver o João Jardim na televisão e agora vai falar o Marques Mendes. Que estimulante. Será que algum dos meus amigos está online? Dilia, já chegaste de Óbidos? Fernando, preparado para a glória? Miguel? Aninhas? António, já dormes? Patrícia, afinal estás perdoada (não, não estás, isto é ficção). João Pedro, queres ser meu amigo?

É giro escrever textos em tempo real, como faz o Pacheco Pereira na noite das eleições.

Ah, o Pacheco Pereira... Às vezes julgo que devia possuir aquela gravitas. Um intelectual como eu, premiado em Cannes (falo a sério, passei várias noites na Croisette a atirar gente para a água - ops, não devia dizer isto, mas por outro lado até é chique), um tipo como eu, lá está, devia cultivar um certo temor reverencial. Não é saudável sacrificar tudo a uma natureza caprichosa e inconstante.

Caramba, se continuo a escrever assim vou parecer-me com a f. prontos vou mesmo e que se lixe a pontuação e as maiúsculas e os links todos errados (gloóriafácil.blogpostnão-sei-o-quê)

"sim" também se escreve com mínusculas não é? o tipo do portugal dos pequeninos tirou de lá o meu link desde que eu comecei a defender a despenalização do aborto mas eu não me importei nada com isso e também tirei o dele como quem não quer a coisa. toma lá que já almoçaste ó clone pobre do VPV. AH! AH! AH!

a propósito, quem é o VPV?

isto de redigir blogues a assapar é muito divertido, embora eu escreva geralmente blogs e não blogues. ah que alegria de viver, que sensação de liberdade!

dá vontade de repetir. mas primeiro vou fazer alguma coisa pela despenalização das drogas leves. até já.

4 Comments:

Blogger b.adamas said...

ahahah, relaxa lá e calma com a legalização das drogas leves senão daqui a nada começa tudo a escrever assim.

e por falar nisso, voy a humar un porro tío, que hoje também fiquei em casa.

12:34 da manhã  
Blogger nelio said...

pois!

10:23 da manhã  
Blogger f. said...

eheheh. ninguém me deixa em paz com os links, já percebi. vou-me inscrever num curso ou assim.

e é 'prontoS' -- é para isto que servem as maiúsculas.temos de defender um bocadinho a língua portuguesa. só um bocadinho.

5:04 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Cara f., tenho andado para lhe dizer isto há uns tempos:

Eu tinha o mesmo problema com os links (uso um Mac com sistema X) quando o meu browser era o Safari. Mas depois mudei para o Firefox, que dá acesso a um menu diferente no dashbord do blogger (aquele sítio onde escrevemos os posts), e desde aí faço links automáticos e sou um homem feliz.

Por isso já sabe: se usa o Safari (ou o explorer), mude para o Firefox e seja feliz também.

6:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home