25.12.06

Resposta a um comentário.


caro luís, (...) há gente que pelo seu elevadíssimo espírito e recorte literário e sobretudo pela elegância com que sem largar a sua inseparável tocha-de-acender-autos-de-fé se passeiam pelo mundo de olhos postos no céu e na vida com v grande, não merece uma letra, quanto mais uma linha, de um post seu.

Cara f.,

Por uma vez discordo de si. Essas pessoas merecem ser contrariadas até sentirem que o terreno não lhes pertence totalmente. Devemos combatê-las com cabeça fria e distanciamento irónico, quando isso for possível — mas sempre sem tréguas.

8 Comments:

Blogger Pedro Picoito said...

Caramba, Luís, ninguém quer ocupar o terreno de ninguém. Não estamos a lutar pelos Sudetas. Será ssim tão difícil sermos adversários sem nos vermos como inimigos?

Feliz Natal.
Sinceramente.

12:16 da tarde  
Blogger f. said...

sem tréguas, claro, luis -- ça va sans dire. cabeça fria e distanciamento irónico sempre igualmente -- quanto menos eles percebem e espumam e rasgam as vestes mais divertido se torna. mas, repito, não creio que seja preciso falar com eles. até porque o terreno, como eu o vejo e até onde a vista alcança, não lhes pertence. nem um bocadinho, muito menos totalmente. e quanto mais patinam na fúria e no insulto mais isso é óbvio.

em todo o caso, soltei umas boas gargalhadas com os seus mickeys. say it loud, pois: we're right here and we're proud (e com muita graça).

12:21 da tarde  
Blogger me said...

Ó Pedro, essa pergunta não é para o Luís, pois "NÃO"!?

12:43 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Pois, parece que não: devia ser para a Fernanda Câncio. Mas como ela "não crê ser preciso falar com eles", os que espumam e rasgam as vestes (actos bem pouco recomendáveis nesta altura do ano), fica para o Luís.

12:57 da tarde  
Blogger f. said...

caro pedro, o 'eles' é só para os que espumam insultos. se não é o seu caso, não tem de se preocupar com o que eu penso ou digo ou decreto sobre tal gente. ou tem?

quanto a ocupação de terrenos, pense melhor. é exactamente isso que, a crer nos seus textos que li, você quer: ocupar e lançar império.

mas boas festas e agasalhadinhas para a família picoito. sobretudo, não se constipem.

1:38 da tarde  
Blogger me said...

Negação, deslocamento... a usar mecanismos de defesa neuróticos, Pedro!?... Pensando melhor, não tenho razão para me admirar.

2:17 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Império?
Neurótico?
Valha-me Deus...

2:31 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Caro Pedro,

coloca questões a que gostaria de responder em post assim que tiver tempo. Feliz Natal também para si.

Cara f.,

talvez não pertença de facto. Mas a lição que recebemos da direita evangélica americana, agora enfraquecida, é angustiante. Os nossos "neorepublicanos" não são menos competentes que os deles, nem a nossa esquerda menos alienada.

4:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home