29.12.06

Saudades.

Hoje à tarde falava com um amigo a respeito do defunto Independente. Concluímos ambos, para nosso grande espanto, que tinhamos saudades. Saudades de uma direita europeia, inteligente, contemporânea, provocadora, sem teias de aranha nem macaquinhos no sótão, capaz de gozar com o João Carlos Espada e de dizer sem papas na língua que no Expresso se escrevia mal. Que aconteceu a essa gente? Hoje em dia a direita é o João Carlos Espada, e à nossa volta pupulam anõezinhos sem nome, nem ponta de interesse nem talento, de credo na boca e crucifixo ao peito, incapazes de modular uma frase que não soe a cacofonia salazarenga. À medida que o país se empobrece, estas criaturas vão saindo das tocas para tomar conta dos jornais, das rádios, das televisões, do CDS e do PSD. Subvertem palavras como liberalismo, incensam o Cavaco Silva e cultivam um arzinho respeitável que faria rir até às lágrimas a velha direita do Frágil e dos Três Pastorinhos. Não sei como se suportam a si próprios, mas sei que os outros, os antigos jornalistas do Independente não a devem suportar. Triste, desiludido, cabisbaixo, disse adeus ao meu amigo e fui logo comprar um livro do Miguel Esteves Cardoso. Chama-se A Minha Andorinha — e tal como ela, apetece-me emigrar.

25 Comments:

Blogger zazie said...

Mentira! ainda que, pelaminha parte, não me considere de direita, apesar de nada ter a ver com a esquerda, existe pois.
E dou-te já um bom exemplo que se encontra na blogosfera: a família Nogueira Pinto- com destaque para a excelente cabeça do papá e o espírito cool do DJ do filhinho.

E outra, que só não é melhor por ficar-se muito em águas de bacalhau: o JAM.

E tens mais nos conservadores. Os conservadores a sério que nada têm a ver com liberalices neocons nem com tretas belicistas ou velharias betas.

E o que não tens é nada que se equipare na complexada esquerdalhada.
(sim, porque tu és mais "Esquerda de Acqua di Parma")

ahahaha

Bom Ano!

9:13 da tarde  
Blogger zazie said...

pelaminha ficou baril. Não vou emendar

9:13 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Baril é a palavra zazie. E já agora, o que é o JAM?

3:05 da manhã  
Blogger zazie said...

É pá, v.s conhecem toda essa ganga liberaloide e nunca sabem quem é o JAM... O JAM é o José Adelino Maltez: um liberal à moda antiga. Um tanto confuso e um tanto difuso, mas mil vezes mais inteligente que a maltosa à Eixo do Mal.

11:46 da manhã  
Blogger Luis M. Jorge said...

O do "Quinto Império", Zazie? Meu Deus.

2:38 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Que injustiça, Luís. Percebo que esteja irritado com algumas coisas, mas está a cometer um erro clássico: ver toda a direita (ou isso a que chama a direita) como um bloco sem divisões. Se reparar bem, há muita gente à direita que não encaixa de modo algum no seu perfil. Pense no Mexia, no Lomba, na malta da Atlântico e do 31 da Armada, no Francisco Mendes da Silva, no Paulo Tunhas, no Henrique Raposo, no Tiago Mendes, nos meus amigos Fernando Cruz Gabriel e Manuel Pinheiro, etc., etc, etc. Mesmo no Insurgente e no Blasfémias, que são para si a direita (parece-me), há obviamnete mais cores do que quer ver. Poucas pessoas, se alguma, encaixam completamente no perfil que traçou. E talvez ainda venha a ter saudades delas como agora tem do Independente.

4:07 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Aliás, sem talento, com o credo na boca e a incensar o Cavaco, só conheço uma pessoa: eu. Só me falta tomar conta dos jornais, das rádios, das televisões, do PSD e do CDS. Prometo que serei metódico e discreto.

4:29 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

LOL! Você TEM talento, é isso que o safa. E sentido de humor também. Vou pôr o seu comentário em post antes do jantar. Não gosto de ser injusto e talvez até lhe dê razão.

6:11 da tarde  
Blogger zazie said...

ehehehe o Pedro Picoito é uma maravilha!

Já explicou tudo melhor que eu seria capaz, ainda que eu considere que ele tenha apenas falado da direita ornitorrinca.

Direita dura e à séria, com cabeça, assim como o outro velho Maltez de direito, é que faz falta. O problema é que o que a sustentava acabou. Acabou o Império.

Não a mim, mas à política.

6:25 da tarde  
Blogger zazie said...

Já agora, para que se entenda melhor as minhas categorias: a direita ornitorrinca está para a esquerda perfumamada; assim como a Esquerda caviar está para a Direita neocona.

6:28 da tarde  
Blogger zazie said...

Agora o que eu gosto mesmo é dos casos extremos fora do baralho: o estilo kung-fu-à Dragão e o fora de estilo barricado na horta, à Poeta-Hortelão.

6:31 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Direita neocona? Será a do PPD-PSD?

6:41 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Dadas as referências anteriores à Acqua di Parma suponho que me colocas na "esquerda perfumamada". Não sei se gosto muito da ideia, que, no entanto condiz com a acusação do palerma que me chamou "libertino".

6:44 da tarde  
Blogger zazie said...

ehehehe. É capaz. Mas não tem nada a ver com o palerma que te chamou libertino, coisa que até me passou ao lado e eu gosto muito de libertinagem.

Tem a ver com charme e falta de tarimba política

";O))

Eu cá devo ser uma espécie ainda mais estrambólica- nas zundapps gamadas juntava-se o Givenchy com o estilo zatoichi. Sou mais a dar para o político-musicóle.

6:57 da tarde  
Blogger zazie said...

Olá Pedro... seu malandro...

ehehe. Nããã..., é ficção neo-trostskista. Tem gente de verdade na América e América na gente virtual cá da terra.

6:59 da tarde  
Blogger zazie said...

Por acaso, nos melhores tempos, cheguei a ter a alcunha da "revolucionária de l'après-midi"

7:02 da tarde  
Blogger zazie said...

Ai que horror! só agora é que reparei que escrevi perfumada com dos "ma"

Foi engano, Luís. Estava mesmo a pensar apenas na Acqua di Parma

":O)))

7:38 da tarde  
Blogger zazie said...

e não dês ideias, que também há umas renas e veados em lobbye, a quem a gralha se podia aplicar

eheheheh

7:41 da tarde  
Blogger Pedro Picoito said...

Isto está bonito, está....

8:07 da tarde  
Blogger Luis M. Jorge said...

Eu julguei que fosse de propósito, para combinar com a direita "neocona" e com a outr, "dura e à séria".

8:11 da tarde  
Blogger zazie said...

e, de repente, avacalhou-se tudo

looooooooollllll

":O)))))

9:54 da tarde  
Blogger me said...

Afinal às vezes... o que nasce torto também se "(en)direita"!
Bom ano.

10:21 da tarde  
Blogger me said...

Afinal às vezes... o que nasce torto também se "(en)direita"!
Bom ano.

10:21 da tarde  
Blogger MetroidSamus said...

Também acho que o Independente faz muita falta a esta terra. Apenas, por acaso, relembro a bela entrevista na edição de 15 de Fevereiro de 2005 a esse herói da luta contra o deboche, esse grande economista (que só não é Nobel devido ao lóbi gay), João César das Neves. Nesta entrevista, a eloquente argumentação deste Nobel em potencial, com a graça de Deus, é esmagadora.

"O que é que o Ministério da Educação está a propor?
Que tudo é igual, que tudo é equivalente, que a masturbação
é uma coisa perfeitamente razoável, que as crianças devem descobrir a sexualidade umas com as
outras...
A masturbação não é uma prática razoável?
Claro que não. Nunca foi. (...)"

Que pena o Independente já não existir para podermos, todos nós, aprender com equivalentes sábias palavras acerca da, ó valha-nos Deus, IVG. Obrigado Independente!! Serviste para mostrar a filosofia deste nosso Templário do debroche e , com isso, servir Portugal e o seu Povo.

2:32 da manhã  
Blogger Jardim do Arraial said...

Pronto, desta é que é. Vou fazer o link no meu blog.

O Independente deixa saudades, pela liberdade, pela ousadia... Mas como já escrevi num post (aquanto do encerramento), ao "Ponto Final" que vinha na capa, acescento um "parágrafo", pois que eles andam aí.

Simplesmente, o formato "papel" está em morte lenta e só sobrevive se se ler com a rapidez de um cabeçalho (24 horas, Destake, Metro, etc.) ou se tiver empresas por trás que lhes cubram os prejuízos (Expresso, por ex.).

Já agora, caros, como vêem o surgimento do "Sol" logo a seguir à morte do "Independente"? É um jornal "de Direita"?!

3:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home